Notícias
Atraso de salários foi tema de segunda reunião de entidades de classe

003

As entidades de classe se reuniram na tarde de hoje (05) no Clube social de cabos e soldados para deliberarem sobre o anúncio do parcelamento do pagamento do funcionalismo público e definir as ações do movimento contra o desrespeito e descaso do Governo com os seus servidores.

Além da ASCOBOM, participaram desta reunião o deputado federal Subtenente Gonzaga, o vereador Vilmo Gomes, o representante do gabinete do deputado sargento Rodrigues, Milton Figueiredo, além dos presidentes da AOPMBM, ASPRA, UMMG, APBM-BR, SINDASP-MG e CUME.

Após exposição de cada presidente de associação foi proposto:

– Criação do Gabinete Integrado dos Servidores Públicos Estaduais, que integraria todos os setores do funcionalismo do estado;

– Agendamento de reunião para o dia 13 de janeiro na sede social da ASPRA, onde se decidirá a realização de um Ato de Manifesto contra tais arbitrariedades do atual governo.

“O governo não tem sido transparente com os funcionários públicos. Essa mobilização que as entidades estão promovendo é para que o governo nos dê o histórico da situação atual. Se ele não dialogar conosco, vamos tomar medidas mais serias e infelizmente, pode chegar a uma paralisação”. Enfatizou o presidente da ASCOBOM, sargento Alexandre Rodrigues.

O deputado federal Subtenente Gonzaga afirmou ser primordial a manutenção dos nossos direitos através da mobilização não apenas dos militares da ativa, mas também do reformado e pensionista.

Segundo o anfitrião, o presidente do CSCS Cabo Coelho: “Não vamos aceitar esta situação. O Governo não pode parcelar o nosso salário. Acabamos de criar nesta reunião o Gabinete Integrado dos Servidores Públicos Estadual, para que todos nós, servidores do Estado, possamos nos unir e lutar por um problema que é de todos. Convocamos as outras categorias de servidores da educação, saúde, etc. para comparecer a reunião do dia 13/01, às 15h, na sede social da ASPRA, para deliberarmos mais sobre este Gabinete e dar continuidade ao nosso movimento”.

 

Assessoria de Comunicação

Comentar

* campos obrigatórios