Notícias
Reunião com secretário de Defesa Social para discutir a superlotação das unidades prisionais será remarcada

A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) vai agendar uma nova reunião com o secretário de Defesa Social, Bernardo Santana de Vasconcelos, para discutir a superlotação das unidades prisionais do Estado. O secretário não pôde comparecer à reunião marcada para esta quarta-feira (13/5/15) e pediu que fosse marcada uma nova data.

O presidente da comissão, deputado Sargento Rodrigues (PDT), leu o ofício enviado pelo secretário justificando sua ausência. Bernardo Santana está em Brasília, no Ministério da Justiça, em busca de definições sobre o pacto nacional de redução de homicídios. No entanto, os deputados Sargento Rodrigues e João Leite (PSDB) criticaram a ausência e a falta de justificativa dos outros convidados para a reunião, entre eles subsecretários de Estado e comandantes das Polícias Militar e Civil.

O deputado Cabo Júlio (PMDB) explicou que os subsecretários não vão participar da nova reunião, já que o titular da pasta estará presente. Ele disse ainda que o alto comando da Polícia Militar está reunido em Santa Luzia (RMBH), em evento pré-agendado, e por isso não pôde comparecer à reunião desta quarta-feira (13).

Os deputados Sargento Rodrigues e João Leite, além de destacarem a ausência dos outros convidados, criticaram a situação atual do Sistema de Defesa Social. Na opinião do deputado João Leite, há uma “apagão” e uma “partidarização” do sistema prisional. Em resposta, o deputado Cabo Júlio ressaltou que os problemas existem há anos e que o secretário está disposto a se reunir para discutir a segurança pública do Estado.

O deputado Sargento Rodrigues também destacou as ações feitas nos últimos 12 anos na área de defesa social e afirmou que essa reunião foi pedida para evitar embates ideológicos, com o intuito de buscar uma solução e entendimento para a área.

A deputada Rosângela Reis (Pros) ponderou que o debate na comissão seja de interesse público. Nesse sentido, defendeu investimentos em ações de prevenção na educação e em melhorias na sociedade, e não apenas na construção de presídios.

ALMG

Comentar

* campos obrigatórios